sexta-feira, junho 26, 2009

Dangerous

Roubei esta ilustração lá do Drops Azul Aniss, achei linda, Eduardo não resisti! Gosto mesmo é do ar aflito de Oh, my God! do S. Pedro e dos anjinhos ao ver o Wacko Jacko a aproximar-se. E como disse - e muito bem - o Al Kantara lá no Expresso da Linha "tanto talento desperdiçado em excentricidades idiotas". Também é verdade. O Jorge chamou-lhe "tonto". E como cantava o nosso tonto favorito: quando a cabeça não tem juízo, quando te esforças mais do que é preciso, o corpo é que paga. Espero que finalmente o pequeno Michael encontre a paz que tanto procurava.

Sempre que eu olhava para o Michael Jackson, ele fazia-me lembrar aquela personagem do filme "Brazil" do Terry Gilliam, interpretada pela Katherine Hellmond - também da excelente série Soap. Essa personagem, nesse filme, era uma velha excêntrica que passava a vida a fazer operações plásticas, sempre a corrigir qualquer coisa. A dada altura ela morre e, no seu velório, vemos o caixão fechado. Já não me lembro porquê, mas às tantas alguém dá um pontapé no caixão ou ele cai no chão por outra razão qualquer e, com o estrondo, abriu-se todo e sai de lá a escorrer uma massa sanguinolenta, nojenta, que se espalhou por todo o lado: era a outra que se tinha desfeito toda por causa de tanta plástica que tinha feito! É das cenas mais hilariantes do filme. Não sei porquê, mas ultimamente sempre que olhava para este rapaz lembrava-me dessa personagem desse filme. Principalmente quando aqui há tempos surgiu uma notícia em que se dizia que ele tinha o nariz a cair. Por causa das plásticas, claro. Desculpem lá, mas é difícil não fazer associação de idéias. Ah, grande Terry Gilliam, que via para lá das estrelas!

7 comentários:

Dulcineia (Lília) disse...

Bem, está muito engraçado.
Mais não digo, pois a rose e outros já o disse. Que tenha paz!

Spark disse...

Único e irrepetível!

Bj

peri s.c. disse...

Sobre ele e a industria do entretenimento, um ótimo texto da revista Superinteressante, que detalha como são construídos e destruídos os ídolos pop :

http://super.abril.com.br/cultura/michel-jackson-peao-pop-444376.shtml

expressodalinha disse...

Ainda eu me julgava escatológico. Safa, fazes cada associação!!!

El Matador disse...

Foi o coração, rejeitou o resto do corpo.

pureza disse...

Pelo sim, pelo não é melhor que não se abra o caixão...

(Já agora "rôsita", há uma veiazinha dentro de ti pouco explorada...) No bom sentido, é claro.

roserouge disse...

Pureza, estou quase nova, a estrear...