quarta-feira, junho 17, 2009

Cash & Carry

Parece que agora é que foi. Estava difícil, hein Ciccone? Quantos zeros à esquerda terá ela acrescentado no cheque? Sabem que mais? Toda a gente com condições financeiras e psicológicas devia fazer o mesmo. Todo e qualquer ser humano que retire uma criança a uma vida de miséria, abusos e violência, seja em que parte do planeta fôr, merece todo o meu aplauso, respeito e consideração. É por isso que cada vez me mete mais nojo o mundo sórdido do futebol, onde se pagam quantias verdadeiramente obscenas por um jogador. É uma afronta à miséria. Não deveria nunca ser permitido tal coisa. Sinto-me revoltada. Essa gente não tem coração?

10 comentários:

Eduardo P.L disse...

Bé,

não se revolte!
O mundo é assim!
Esses jogadores poderiam ser essas crianças não fosse essa salchicha na ponta da vara! Muitos desses hoje milionários jogadores nasceram e foram criados nas mesmas condições desses (poucos) adotados! Onde se conclui que os times de futebol ( pelo mundo) "adotam" mais que muitas Madonas!!!!
Acho melhor o premio milionário do salário do atleta, do que o do ganhador das loterias!
O primeiro precisa além da sorte, ter talento e trabalhar!
Assim caminha a humanidade!

PAULO LONTRO disse...

Rose, é importante não generalizar.
De facto concordo que é absurdo chegar aos valore que se tem chegado, e não é só no futebol, penso nos administradores da banca e de empresas publicas, penso no cinema, uma super estrela recebe vários milhões por cada filme, ainda as Top models e tantos outros empregos onde há uma super valorização do preço do trabalho.
Também importa dizer que muitas dessas pessoas pagas acima do razoável dão muito à sociedade, o homem mais rico do mundo Bill Gates é também o homem que mais dá ao mundo (em dinheiro) e há ainda a Anjelina Jolie que tem trabalhado muito pelos refugiados ou o Ronaldo, o 1º o Brasileiro que segundo sei quando esteve em Itália fundou mais do que um Hospital pediátrico na Sérvia, aqui em Portugal temos as fundações, antigas como a Cupertino de Miranda ou a Gulbenkian e mais recentes as do Victor Baía e do Figo, e por esse mundo fora há muitas pessoas a dar sem dar a cara.
Ser rico não é defeito, é uma oportunidade de fazer um mundo melhor…

roserouge disse...

Ah Paulo, espera lá, eu não tenho nada contra os ricos, nunca disse isso! E também sei que essas pessoas que falaste aí em cima doam a quem precisa, se eu pudesse faria o mesmo. A mim, o que me revolta, é a obscenidade dos números. Tudo na vida tem um limite. Até o talento...
Bem, devo estar com alguma crise de adolescência. Isto depois do 40 piora bastante...

PAULO LONTRO disse...

Eu entendi o que querias dizer, eu já tinha entendido.

Alice Salles disse...

Concordo. E é isso, quem está no topo tem o dever de fazer algo por quem não pode se proteger.

peri s.c. disse...

Enquanto isso, a nova paixão da Sra. Ciccone, um famoso senhor-ninguém na era pré-affair-com-a Sra. Ciccone , o tal do Sr. Jesus, agora alçado à condição de "celebridade" recebeu ontem R$100.00 reais ( uns 37 mil euros ) para participar de um desfile na São Paulo Fashion Week. O que jogadores conseguem faturar com as pernas,alguns modelos conseguem com o que tem entre as pernas, dependendo de onde posicionam esse apêndice.

roserouge disse...

Peri, não deixa de ser uma perna também...

peri s.c. disse...

RR
Não vi a dimensão do latejante apêndice para poder opinar à respeito. Já a Sra. Ciccone deve ter examinado a coisa com toda a atenção ( e com carinho e voracidade, I suppose ).
Que tal passar um e-mail para ela para esclarecer tão importante assunto? Podíamos aproveitar e pedir uma foto do baixo-ventre do xará divino, autografada.

Correção no meu comentário acima : o gatão recebeu R$ 100.000 reais ( que são os 37 mil euros ). O jornal diz que ele é "super-tímido" ...

roserouge disse...

Oh sim, a Ciccone não se perde, não... e tenho a certeza que já lhe tomou o gosto...
Perizinho, um segredo: os tímidos são os melhores. Não há coisa mais anti-túsica que um gajo fala-barato. Daqueles que falam, falam, falam... depois vai-se a ver...

peri s.c. disse...

RRouginha
De fato, sou uma testemunha da história desse segredo. Minha timidez sempre fez um certo sucesso...