quarta-feira, janeiro 21, 2009

Steve McQueen - Bullit


“Nobody trusts anyone, or why did they put tilt on a pinball machine.”


If I hadn't made it as an actor, I might have wound up a hood.”


Dois produtores norte-americanos anunciaram há pouco tempo que um filme biográfico sobre Steve McQueen, inspirado na obra literária lançada em Outubro passado, "Steve McQueen: Portrait Of An American Rebel", está em fase de pré-produção. O actor que foi estrela em filmes como "Bullit", "The Great Escape", "The Magnificent Seven", "The Thomas Crown Affair", "The Towering Inferno", "Papillon" e "The Getaway", entre muitos outros, viveu meia década de forma intensa, em que a paixão por corridas de automóveis e motas só se equiparava à do cinema. Motivos de interesse para este filme, são muitos. A questão que se coloca neste momento é: que actor merece e tem estaleca para encarnar "The Cooler King"? Pelas semelhanças físicas, Daniel Craig parece-me escolha óbvia...

“Racing is life... everything before and after is just waiting.” - Steve McQueen as Michael Delaney in 'Le Mans'


“When I believe in something, I fight like hell for it.”


Um Mustang GT 390 Fastback Highland Green de 1968, foi o carro escolhido por Steve McQueen para o seu personagem do filme "Bullitt" (1968) realizado por Peter Yates. O tenente Frank Bullitt persegue um Dodge Charger R/T preto, conduzido por dois suspeitos assassinos através das ruas de S. Francisco, no que ficou considerada como a melhor perseguição automóvel da história do cinema. "Bullitt" foi o primeiro filme em que foram feitos close-up's dos condutores durante a perseguição, dando mais realismo às cenas. Ainda hoje, "Bullitt" continua a ser uma referência para todas as cenas do género e na qual são, inevitavelmente, comparadas. Para quem ainda não viu, e gosta de filmes de acção, entrem aí, dou-vos uma boleia!

2 comentários:

expressodalinha disse...

Grande Steve. Um actor irreverente que marcou a minha adolescência. A perseguição é fantástica. E mantém actualidade pelo realismo que tem. Outras (tipo Bond ou Tarantino) são excessivamente técnicas e irreais.

disse...

Daniel Craig quanto ao fisíco perfeito...quanto a carisma...não tem outro igual!Meu ídolo de juventude.