sábado, janeiro 10, 2009

Roberto Carlos - Quero que vá tudo pró Inferno



Ontem, dois amigos fizeram anos. Havia jantar de grupo e tal, mas como me encontro neste momento num estado de pobreza temporária (between jobs, portanto) não há dinheiro para extravagâncias. Mas fui lá ter! Alguns amigos estavam no Left, mas às tantas não se passava nada, estava tudo a anhar a olhar uns para os outros, comecei a ficar farta. Mandei um sms a um amigo do outro grupo. Onde estão? No Maxime. Está fixe, aí? Tá a bombar, estamos cá todos, bute aí! Saltei para dentro do carro, fiz um peão no Largo de Santos, voei baixinho sobre a Av. D. Carlos I, Calçada do Combro, Largo Camões, Rua da Misericórdia, Rua das Taipas, Praça da Alegria e... quando entrei no Maxime, não só tinha os amiguinhos do peito a receber-me (já com muita alegria também...) mas estava no ar esta música maravilhosa do grande Roberto Carlos! E o Pega Ladrão! E o Calhambeque! Não imaginam como é divertido ouvir, dançar e até cantar (enfim...) estas musiquinhas! Há que dar também atenção ao adiantado da hora e... estava muito frio lá fora!...

"De repente Então tudo mudou (Tchatchura!) E a turma toda Contra mim virou
(Tchatchura!) Correndo descobri Que o tal coração Era uma jóia pendurada Num cordão
Ooooh! Haaaan!..."

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

Pelo adiantado da hora...e do frio que fazia lá fora da para entender! Ponha nostalgia nisso!

expressodalinha disse...

Tudo muito pop-IURD! Mas pronto... estava muito frio!

expressodalinha disse...

"FOGO" DIA 15. TERTÚLIA VIRTUAL!

peri s.c. disse...

Não tocou "Splish Splash" e "Negro Gato", também das melhores, da época em que RC era interessante ?

roserouge disse...

Acho que não tocou essas, não...