segunda-feira, março 23, 2009

Animais



Vamos por partes: eu compreendo que nem toda a gente tenha paciência, espaço, tempo ou até amor para dar aos animais. Tenho dois gatos, mas se tivesse uma casa grande com jardim ou quintal, teria cães também, os cães precisam doutro tipo de condições até porque têm que ir à rua fazer as necessidades, os gatos não. O que eu não posso aceitar é que se maltratem os animais. A crueldade contra as bichezas é que me revolta. E não percebo como é que as pessoas conseguem abandonar um animal que vive lá em casa todo o ano e, de repente, só porque vão de férias, deixam o bicho no meio da rua largado à sua triste sorte. Não compreendo. Não é um membro da família? Não criaram amor e carinho pelo animal enquanto ele esteve lá em casa? Não se habituaram a ele, às suas gracinhas, às suas manhas e até à sua companhia? Por isso, quem encontrar animais abandonados ou maltratados, tiver coração e queira ajudar o bichinho, agradeço que contactem a SOS Animal (Portugal) ou algum veterinário perto de si, eles têm sempre contactos com instituições de defesa e protecção aos animais. Ajude, uma simples chamada telefónica fará toda a diferença e vocês sentir-se-ão muito melhor.
“A grandeza de uma nação e o seu progresso moral, podem ser avaliados pela forma como tratam os seus animais”
(Mahatma Ghandi)

7 comentários:

roserouge disse...

Antes de mais, devo confessar que acho estranho esta frase ser do Ghandi. Um país, em cuja cultura é permitido o sistema de castas, não me parece que tenha grande respeito pelo resto dos animais. Nunca fui à Índia, mas pela maneira como tratam os elefantes...

Eduardo P.L disse...

E por falar em nações e seus animais, na India adoram os bovinos pela simples razão de que se fosse permitido comer carne de boi, o rebanho se extinguiria num ano!É uma razão econômica! E na China se come cachorro, à propósito....

roserouge disse...

É mesmo, e também comem gatos. Sempre achei aqueles chineses muito estranhos. Um povo milenar, cheio de sabedoria e tal, mas com pouco respeito pela vida em geral. Deve ser por serem muitos.

E na Índia, as pobres das vacas que andam na rua no meio do povo são magras de meter medo. Até os cães vadios, é tudo só pele e osso. Todas as pessoas que conheço que já lá foram falam nisso.

Alice Salles disse...

Eu estou com você Bé!
Os animais não sabem se proteger e estão a mercê da nossa boa vontade, fomos nós que os forçamos a serem domesticados, agora somos nós que os abandonam... Isso tá errado!

Lindo post, BEIJO!

Al Kantara disse...

Excelente post.

expressodalinha disse...

"Eu protejo tudo o que não como", Mahtama Jopi

Silvares disse...

Afinal há mais seres vivos a precisarem de protecção do que aqueles que estão protegidos.