sexta-feira, maio 22, 2009

Bon Courage, Chouchou...

Ontem li uma notícia extraordinária no jornal Público. Parece que afinal, os críticos acham que há demasiado amor entre Carla Bruni e Nicolas Sarkozy, ou pelo menos demasiado amor à vista de todos. Et alors, pergunto eu? Quel est le probléme? E então a coisa passou-se do seguinte modo: estava la belle Carla no seu papel de primeira-dama a falar com leitoras de uma revista feminina numa sala do Palácio do Eliseu quando chega o seu descontraído marido. Sarkozy cumprimenta as senhoras, dá um beijo a Bruni e explica que esteve a tomar banho depois de ter estado a fazer desporto. Monsieur le Président fica por ali un petit peu na conversa avec des dames, enquanto Carla, sa belle femme, parece não conseguir tirar os olhos e as mãos de cima dele com festinhas e sorrisos cúmplices e insistentes. À la fin, retira-se e Carla solta um melado "bon courage, chouchou". Foi tudo filmado e o vídeo já está na internet, claro. E já foi visto par des millards de français, bien sûr. Moi même, também já vi. Toda a gente ansiosa por espreitar a intimidade do casalinho e por dar a sua opinião, como se isso fosse muito importante ou fosse afectar de algum modo la vie amoureuse do parzinho. Os invejosos, os mal-amados e mal-fodidos, vêm logo dizer que a cena parece ter sido forçada, como se fosse bom demais para ser verdade. Porquê? Qual é o problema? Tal como aqui há tempos li numa Vanity Fair, Carla Bruni admite estar mesmo apaixonada como uma adolescente e para um homem que é presidente dum país ter casado com uma mulher com um passado algo... hum digamos, saltitante e não se ter preocupado minimamante com isso, porra, é de homem! Se isso não é AMOR, é o quê? Eu acredito mesmo que ela lhe chame chouchou em público. Se ela não chamar, chamo eu. Eu já estive ao pé dele, já o cumprimentei (desculpem lá agora a cagança, mas teve que ser, ficou aqui bem) e o homem é um charme que não se aguenta! Oh Sarko, viens ici, mon petit chou! Viens ici, que je te raconte la histoire du portugal! O que lhe chamará ela na intimidade?! Nicky?!

9 comentários:

pureza disse...

Adorei o teu texto - há pessoas que não suportam a felicidade alheia, não há identificação possível, principalmente quando se trata de uma mulher bonita, que se sobressai não apenas por ser bonita. Ela é envolvente, marca sua presença, transcende o cinzento de primeira dama. O casal está longe do comportamento protocolar e isso, por vezes, choca. Na verdade, a nossa sociedade ainda é muito conservadora.

Silvares disse...

Também prefiro um gajo que não se acanhe de mostrar amor a um gajo que não se acanhe de o esconder. Pode ser publicidade, pode ser sinceridade, estou-me a cagar. A Carla Bruni é muito bonita o Sarkozy não parece mas se tem assim tanto charme, pronto, está tudo explicado!

Eduardo P.L disse...

Estou com o Silvares, para variar....

roserouge disse...

Em Outubro de 2007, durante a reunião sobre o Tratado de Lisboa no Pavilhão Atlântico, estávamos todas (algumas), à porta do dito pavilhão a ver chegar as altas individualidades europeias que vinham discutir o tal tratado. Sarkosy chegou, parou, olhou para todas nós e disse: "Mon Dieu! Será que todas as mulheres cá em Portugal são assim como vocês? Acho que vou ter que me mudar para cá!" Ah, foi lindo! Mais comme il est charmant! Mesmo que seja mentira, aquilo caíu-nos muito bem, ah pois caíu.

Conceição Duarte disse...

Adorei tudo que esceveu por aqui... Amo esse casal, estiveram por Sampa recentemente e dizem. Dizem os que por perto deles estiveram, que eles relamente são afinadinhos um com o outro. Ela é linda e ele é muito charmoso... Concordo com você. Além do que um homem precisa ser muito cabeça aberta para ser o presidente da República, seja ele de qq país, e se casar e desfilar com uma mulher que ja pousou nua, canta, dança... é maneca, etc. Ele é admirável por isso.

Bom final de semana, CON

roserouge disse...

É mesmo, Conceição. E depois há por aí uns badamecos que não têm onde cair mortos que até quando vão tomar um simples café com uma mulher, olham o tempo todo por cima do ombro para ver se alguém está a reparar...

disse...

Bé...que inveja vc ter visto pessoalmente!! desde que apareceu que fui seduzida por seu charme...
Semana passada uma ótima entrevista com Madame Carla, na GNT acabou de me convencer que eles realmente se adoram...ela cantava e em certo momento ele entra a beija e diz elogios rasgados retribuídos por olhares apaixonados...gostei de tudo uma mulher de hoje sensata inteligente, chiquérrima, culta,linda e corajosa...naturalmente fascinante...totalmente "dans ça peaux"...me apaixonei por ela também...Inveja pura quem achar que é mentira ...
Adorei seu texto..bicocas!

Alice Salles disse...

Eu não acho nada ruim um casal como esse, afinal estamos em 2009! Cadê "the balls" dos caras para assumir o que realmente sentem? Ele teve.

roserouge disse...

Ví, depois os homens ficam todos abespinhados porque não entendem como é que uma mulher daquelas se apaixona por um homem daqueles. Daqueles como? Feio? Não é, seguramente.

Alice, "the balls", é coisa cada vez mais rara.