sábado, outubro 18, 2008

Noah Joad

"- Tom, eu já não quero ir com vocês. (...) Tom, eu não deixo este rio. Vou descer por estas margens. (...) Vou arranjar linha e anzóis e pôr-me a pescar. Perto de um rio ninguém morre de fome. (...) É superior às minhas forças, não posso deixar este rio. (...) Estive deitado naquela água. E agora não a deixo. Vou descer o rio, Tom. Posso pescar e nadar. Não vou deixar o rio. Não posso! (...) Custa-me fazer isto mas tem que ser. Preciso de ir e acabou-se.

Voltou-se abruptamente e foi-se por ali abaixo, ao longo da praia. Tom ainda quis segui-lo mas acabou por desistir. Viu-o desaparecer entre os arbustos e depois tornar a surgir, seguindo a margem do rio. O seu vulto foi diminuindo de tamanho pouco a pouco, até se sumir de vez entre os salgueiros."

Excerto de "As Vinhas da Ira" - John Steinbeck, quando o irmão mais velho Noah Joad, decide não continuar a acompanhar a família no seu êxodo até à Califórnia.

6 comentários:

João Menéres disse...

Estava a aguardar que aparecesses...
E, afinal, já por aqui andavas há mais de duas horas!



As vezes que á tua procura fui e te não achei...

("versão up-to-date e muito breve de J.M. ao trecho do J.S.).

Bj.

Eduardo P L disse...

Uma boa historinha para um Domingo!

bjs

peri s.c. disse...

Como cantou Paulinhou da Viola, " foi um rio que passou em minha vida, e meu coração se deixou levar ".
Passamos a vida tentando mergulhar de novo em certos e particulares rios.

João Menéres disse...

Peri deu-me a conhecer coisa linda.
Coisa muito linda para se dizer à amada !
E, com palavras suas, faz também o retrato da vida da gente, pobres mortais que somos e que nem sabemos o que queremos.

roserouge disse...

Edu, é eu li este livro quando era ainda adolescente (há 4 ou 5 anos, portanto...) e marcou-me imenso, é um clássico da literatura e esta cena ficou-me gravada, sabe-se lá porquê. Acho que tem a ver com a liberdade de escolha e com o facto de às vezes fazermos escolhas erradas. Outras vezes acertamos, fazer o quê, é a vida.

Peri, às vezes damos cada cabeçada!...

João, é mesmo assim. Mas este personagem apaixonou-se pelo local e ficou pelo caminho. Miséria por miséria, preferiu ficar sózinho.

João Menéres disse...

Tinhas prometido tirar essa "borrada", já te não lembras ?

Completa o meu comentário das 17:16 de ontem,
com : .Ás vezes.