segunda-feira, outubro 06, 2008

Corto Maltese

Corto Maltese é uma personagem de banda desenhada criada por Hugo Pratt, um marinheiro errante que viaja por todo o mundo no início do século XX. Corto navega pelo Pacífico Sul, passa por Veneza, América do Sul, Sibéria, Médio Oriente, vai-se perdendo pelo mundo. Por cada local por onde passa, encontra sempre alguém conhecido, participa numa nova aventura e conhece uma nova mulher, quase sempre misteriosa e/ou fatal. Nas suas aventuras cheias de referências, Corto cruza-se com personagens históricas reais como o escritor Jack London, o fora-da-lei Butch Cassidy, o piloto alemão Barão Vermelho e muitos outros. Em muitas das suas aventuras encontramo -lo com o seu parceiro de viagens, o execrável, sem escrúpulos, sociopata russo Rasputin. Corto Maltese, o herói romântico por excelência.

9 comentários:

expressodalinha disse...

Não é a minha bd preferida, mas gosto o suficiente para me apetecer ler agora mesmo!

mumia disse...

Adoro as Bandas Desenhadas do errante marinheiro Corto Maltese.
:-)

Al Kantara disse...

"...e conhece uma nova mulher, quase sempre misteriosa e/ou fatal."
Mas há alguma mulher que não o seja ?...

Eduardo P L disse...

Reconheço que é um MONUMENTO nos quadrinhos, mas também nunca foi minha praia! Romantico D+.....

Bjs

peri s.c. disse...

Também não era minha praia, será pela inveja de ter dificuldades em encontrar as tais mulheres misteriosas e/ou fatais toda semana?

ortega disse...

Uma vez ouvi uma com piada: O Corto Maltese seria o "Ken" (da Barbie) das meninas de esquerda. Agora a sério; aprecio sobretudo o traço e as aguarelas do H. Pratt, as histórias nem por isso, acho o personagem um bocado cabotino.

Silvares disse...

Acima de tudo tem uma energia narrativa transbordante e um preto-e-branco glorioso.

roserouge disse...

Já percebi. Preferem a BD do Milo Manara...malandros!!! Talvez um dia faça um postzinho sobre isso. Querem com os desenhos da primeira página ou daquelas lá do meio? Não precisam responder...

Anónimo disse...

tanta gente a falar-me dele... tenho mesmo de ler. empresta-me que eu devolvo-te o norman mailler :) tens livros dele, suponho. sabes que há um bar dele no bairro alto?

manel