terça-feira, outubro 28, 2008

Pedindo Esmola...

Muitas vezes, em épocas de crise, acabamos por descobrir em nós certos talentos que nem sequer sabíamos que existiam. É então que vêm de lá as pessoas com os ditados populares do costume, tipo, a necessidade aguça o engenho, a ocasião faz o ladrão, o hábito faz o monge, etc. Talvez não fosse má ideia começarmos a pensar nisso, ou seja, que mais posso eu fazer para ganhar mais alguns trocos...e estes parece que não pagam imposto...

video

11 comentários:

João Menéres disse...

Muito me fizéste divertir !

Papagaio Mudo disse...

Oi roserouge,

blogando jornalísticante! sou seu maior leitor, depois do joão menéres.
bjs,

Gustavo

Papagaio Mudo disse...

em tempo:

parabéns pela família e pelos poucos amigos, que nos momentos difíceis tomam frente.

>¨<

João Menéres disse...

PAPAGAIO MUDO :

Pode estar certo que sou um bom e assíduo leitor da Roserouge. Mas não sou o maior, nem o único.

As pessoas é que estão preguiçando...

Nada sei desses >momentos difíceis< mas a RR sabe que estou a seu lado e procurarei, à distância embora,
tudo fazer que esteja ao meu alcance.

Eduardo P.L disse...

EPA! Eu também sou! Aliás devo ser um dos milhares que visitam, e como nós, poucos, que comentamos!

ortega disse...

Venho cá de visita todos os dias, acho notável que haja pessoas que dedicam o seu tempo a criarem estes pequenos oásis para nosso usufruto e sem pedirem nada em troca. O comentário será talvez a nossa pequena retribuição. Não o tenho feito porque a minha imaginação anda aniquilada pela aflição. Diverti-me muito com a dança do esqueleto. E já agora: o nome "roserouge" terá origem na música homónima dos St.Germain do album "Tourist". Parabéns pelo blog

ortega disse...

...falta o sinal "?" a seguir a Tourist.

roserouge disse...

Olá Ortega, estou contente por teres dado um arzinho da tua graça. Criei um blog porque os amigos da blogosfera estorricaram-me o juízo nesse sentido. A minha disposição ultimamente não tem sido grande coisa, mas enfim...melhores dias virão. E sim, o nome roserouge vem do Tourist, do St. Germain (Ludovic Navarre). Fartei-me de ouvir esta canção quando saiu este album em 2001 e a coisa ficou. Imagino que também gostes de Nicola Conte.

roserouge disse...

Ah e obrigada pela visita. Aparece sempre!

Papagaio Mudo disse...

Ora se não surtem efeito os comentários de forro íntimo(nem tão íntimo) mais do que qualquer aplauso meio blasé.

>¨<

ps: Eduardo e João, sinceros mestres e amigos blogueiros, colegas, minha intenção era retribuir o afeto que recebo de Roserouge em meu blog.

expressodalinha disse...

Para esqueleto já só me falta o "couro e o osso"!