terça-feira, abril 21, 2009

Terapia de Grupo

21 de Abril de 1969. No quarto de hotel de Janis Joplin, vindos directamente do Royal Albert Hall, onde tinham acabado de dar um concerto que ficou memorável, o guitarrista da banda, Sam Andrew, começou a ficar azul. Partindo do princípio que a causa devia ser o consumo abusivo de alguma daquelas substâncias que andavam por ali por cima das mesas, Joplin e o fotógrafo Bob Seidemann, despiram-no e enfiaram-no numa banheira cheia de água. "E íamos dizendo: respira, Sam, respira" - relembra Seidemann - "e Sam insuflou as bochechas como fazem os miúdos e disse: vou suster a respiração se não se forem já embora daqui!" Mesmo a calhar, e para além de Eric Clapton e outras celebridades emergentes da época, andava por ali a deambular uma conhecida groupie de Frank Zappa chamada Suzy Creamcheese. Mostrando um total desconhecimento pelas mais elementares noções de primeiros socorros, Suzy resolveu improvisar, tirando as cuecas. Tal como Seidemann contou mais tarde, "ela não tardou a sentar-se completamente escarranchada em cima dele, administrando a terapia mais inacreditável que alguma vez vi na vida a um doente por o.d."
Mesmo assim, Sam Andrew continuava azul e inconsciente. Como tal, Seidemann e o artista plástico Stanley Mouse, fizeram o que geralmente fazem adultos responsáveis nestas ocasiões: ligaram para o room-service e mandaram vir pêssegos melba. Por fim, mais por pura sorte do que outra coisa qualquer, as cores (outras, sem ser azul) regressaram à cara do guitarrista. Chegou-se ao pé de Joplin e disse-lhe: "Sorry about that, Janis..."
Sam Andrew lá conseguiu safar-se naquela noite. Já tanta sorte assim, não teve Janis Joplin menos de dois anos depois.
Fonte: Revista Mojo Classic - The Ultimate Collectors Edition

9 comentários:

Spark disse...

Excelente terapia... :)

É sempre bom relembrar a rebelde Janis.

Bj

Alice Salles disse...

hahahhahahah!
Adoro o jeito como você conta os casos! Jesus, esse povo era doido!

roserouge disse...

É, este pessoal do rock'n'roll é completamente destravado...stay tune, vêem mais histórias por aí...rsrsrs

peri s.c. disse...

Interessante essa nova modalidade de repiração boca-a-boca : xoxota-a-boca.
A Suzy Creamcheese devia ter um autêntico fole entre as coxas.

roserouge disse...

ahahahaha, este Peri!! Mas afinal não resultou, o homem continuou azul!...rsrsrsrs

António Oliveira disse...

A Suzy só quis ajudar. E fez o melhor que sabia fazer. Gosto do nome Creamcheese. Aposto que vem do lado da mãe.

roserouge disse...

Como era groupie, devia ser mesmo a única coisa que sabia fazer...rsrsr

peri s.c. disse...

RR
A cor continuou a mesma , mas a causa já era outra : tesão ressuscitante.

roserouge disse...

Há coisas que dão vida aos mortos...rsrs