sexta-feira, abril 10, 2009

Route 66

(...)
A estrada 66 é a rota principal das populações em êxodo. A estrada 66 - a longa faixa de cimento que corta as terras, ondulando para cima e para baixo, no mapa, de Mississipi a Bakersfield - atravessa as terras vermelhas e as terras pardas, galga as elevações, cruza as Montanhas Rochosas, penetra no luminoso e terrificante deserto e, cruzando este, torna a entrar nas regiões montanhosas até alcançar os férteis vales da Califórnia.
A 66 é o caminho de um povo em fuga, a estrada dos refugiados das terras da poeira e do pavor, do trovejar dos tractores, dos proprietários assustados com a invasão lenta do deserto pelas bandas do norte e com os ventos que vêm ululando aos remoinhos do lado do Texas, com as inundações que não traziam benefícios às terras e ainda acabavam com o pouco de bom que ainda possuíam. De tudo isso os homens fugiam e encontravam-se na estrada 66, vindos dos caminhos tributários e das estradas sulcadas de calhas e de marcas fundas de rodas, que cortavam todo o interior. A 66 é a estrada-mãe, a estrada do êxodo. (...)
John Steinbeck - As Vinhas da Ira, 1939

3 comentários:

expressodalinha disse...

AGORA HÁ EXCURSÕES!

roserouge disse...

Não me importava nada de ir numa dessas pela route 66. Mas de carro, tipo, alugar um em NY e fazer essa estrada até LA e deixá-lo lá depois. Pode fazer-se isso, sabias?

Dulcineia (Lília) disse...

Um dos m/autores favoritos... tb do signo peixes.
um livro que me fez chorar de felicidade no final, tinha 15.
Abraço