domingo, novembro 30, 2008

EPHEDRA - Lúcia no Céu com Diamantes


Esta coisa de ter amiguinhos músicos não é assim tão glamuroso como se pensa. A noite estava um horror, vento, frio, chuva e tal, mas como são amigos, deixa-me lá ir ao concerto e bater uma palminhas, senão ficam chateados. À chegada, encontrei a sala composta, (o bar estava mais composto ainda) pois os outros amigos também não quiseram faltar e gerou-se logo ali uma corrente de solidariedade nota 10, isto é, bilhetes a 10 euros, CD's a 10 euros e T-Shirts alusivas a 10 euros também. Depois dos habituais "ah olá tás bom" e "tás tão gira, cada vez mainova" lá entrámos prá sala em anfi-teatro, quentinha e com cadeirinhas vermelhas lindas, superconfortáveis e se alguém estava à espera de ver uma data de malta janada e gadelhuda, espojada pelo chão tipo "ya fixe, tásaver", esqueçam. O que aconteceu ali foi a reunião de 6 músicos fabulosos, que não tocavam ao vivo há mais de 30 anos e que agora decidiram juntar-se para gravar um CD e dar uns concertos por aí. Achei curiosa a particularidade do baterista João Pinheiro ser filho do percussionista Jorge Pinheiro, um dos fundadores da banda. Ou seja, quando os Ephedra se separaram, ainda o puto não tinha nascido. Não me vou esticar em pormenores técnicos porque não percebo nada disso e não estou para fazer figura de ursa. Os profissionais que se preocupem com isso. Mas adorei o concerto e dou-vos os meus parabéns. Como eu gosto de dizer "águas que correm não criam lodo". O convívio no final com os barflys do costume foi muito cool mas fiquei tristinha tipo, oooooooooooh, porque me tinham prometido sexo, drogas, alcóol e rock'n'roll e afinal nada. Mas houve violência. Muita violência. À saída, senti o cano gelado duma espingarda a encostar-se ao meu lindo pescocinho e uma voz cavernosa a sussurrar-me ao ouvido: "É bom mesmo que faças um post decente sobre o que se passou aqui esta noite, senão..."

Os digníssimos e incautos visitantes deste blog que não conhecem a história dos Ephedra façam o favor de visitar o blog "Expresso da Linha" aí no link à vossa direita ou o novíssimo site da banda, www.ephedraband.com

9 comentários:

João Menéres disse...

Eh, BÉ!

Que notícia espectacular, tu fizeste aqui!!!
Ai, o polícia Jorge ameaçou-te?
E, tu que não tens papas na língua, ficaste caladinha, meteste o rabinho entre as pernas, foste para casa e toca de obedecer, não foi ?
Ainda bem.
A peça saiu uma maravilha. Dá "prágente" se sentir ainda lá.
Bj.

roserouge disse...

Pois, vê lá tu...quando é assim, a gente tem que obedecer...senão ainda acabo no fundo do Tejo com um bloco de cimento agarrado aos pés...

João Menéres disse...

FINALMENTE !!!
Mas, onde estás tu, agora?
Em vez de ires atolar-te no lodo, as flores invadiram-te toda!
Agora, é que eu te não descortino!
"Borra-te" outra vez!!!

expressodalinha disse...

Belo post. Eu não diria melhor. Ainda bem que gostaste. Quanto ao sexo e o alcóol não estava incluído nos 10€. Já agora as músicas tb. eram 10! Tudo a 10. Sabes, é o número mágico por excelência, o decágolo... Beijos.

peri s.c. disse...

RR
bela cobertura, se estivéssemos distraídamente por aí, teríamos também ido prestigiar o evento.

Eduardo P.L disse...

Bé,

que DELÍCIA de texto. Escreva mais! Ou vá mais aos Concertos do Jorge...para nos deliciar com suas CRÔNICAS!

Bjs

Teatro Independente Oeiras disse...

"...lá entrámos prá sala em anfi-teatro, quentinha e com cadeirinhas vermelhas lindas, superconfortáveis..." O Novo Espaço é assim: acolhedor e intimista. Vá aparecendo mais vezes que a programação é regular, variada e em Oeiras não há sala mais quentinha. Cumprimentos

Alice Salles disse...

Concordo com o Eduardo!
Seu texto está demais! Precisa escrever mais e mais pra que não paremos de nos deliciar com suas histórias!
Beijos

roserouge disse...

T.I.O. - apareço com certeza, moro pertinho e o local é frequentado também por amigos. Mas chateia-me que não se possa fumar no bar. Caramba, aquilo é um bar!

Aos outros de além mar: pena estarem tão longe! Foi uma noite cheia de calor humano apesar do tempo estar medonho. Bjs e obrigada.