segunda-feira, novembro 17, 2008

Cachoeira Grande


Agosto 2000. Cachoeira Grande, manguezal de Itacaré a 75 Km de Ilhéus, Baía. Um local paradisíaco, coisa de filme. Apesar da temperatura exterior ser aí duns 25 graus ou coisa assim, a água estava, seguramente, a 27 ou 28. Também havia uma Cachoeira Pequena. Aqui estou eu, a Cristina e a Lurdes. A Paula estava cheia de dores de barriga e a Raquel tirou a foto. Comíamos todos os dias na tasca da D. Lusitânia (olha o nome lindo) mas só sabíamos o que iríamos comer quando o marido dela chegasse da pesca. Logo se via o que tinha apanhado. A D. Lusitânia ensinou-me a fazer o melhor doce de banana do mundo, mas já tentei fazer cá várias vezes e nunca fica igual. Outras bananas, portanto. Ela fazia-me lembrar as morenas a cheirar a cacau do Jorge Amado. Depois do café, trazia-nos licores disto, licores daquilo (nem me lembro dos nomes) e prova mais este e agora este também que é diferente e saíamos dali de gatas todas as noites. Hei-de voltar ao Brasil. Ficou ainda muito para ver.

1 comentário:

peri s.c. disse...

Muito ainda para ver, não há dúvida.