sábado, julho 25, 2009

Sleeping With Ghosts

Capa do album Sleeping With Ghosts - Placebo

(Anónimo)

8 comentários:

Eduardo P.L disse...

Muito filosófico! srsrs

El Matador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dulcineia (Lília) disse...

Bonita frase... a condizer com o "absolutely no regrets" do blog...
Olha, hoje pus alguém que percebe de "encaixes" ao barulho num comentário do Arco...

this wheel's on fire disse...

thanks for your sweet comment :)

roserouge disse...

Dulcineia, há sempre coisas que a gente se arrepende, essa frase não é completamente isenta, é uma forma de desdramatizar as coisas...

Mariagata disse...

Desdramatizar e seguir em diante... gosto disso.

Dulcineia (Lília) disse...

Rose,
Chama-lhe o que quiseres. Desde que vivas POR COMPLETO no presente. Olha, não tenho a vida que queria aos 20's, 30's ou 40. Mas no seu global ela foi perfeita. Aos 50's, estou grata a tudo. Mesmo a situações que me fizeram sofrer, seja sob qualquer forma, incl. de arrependimento. Foram elas que forjaram a pessoa que sou hoje. E essa, não trocava por ninguém. Orgulho-me dela!
Beijinhos e boa semana.

roserouge disse...

Estamos de acordo, Lília. O passado já lá vai, o futuro não se sabe e o presente é que conta, por isso se chama "PRESENTE".